quinta-feira, 6 de março de 2008

Sinto-me mal em certos lugares...


Tudo à nossa volta é energia, o Universo é energia, nós próprios somos energia manifestada numa baixa vibração a que damos o nome de corpo físico. A energia é una mas as suas manifestações são diversas e diverso é o seu nível vibratório. Algumas vibrações são benéficas, outras maléficas e outras ainda não nos afectam nem positiva nem negativamente.
O indívíduo que anda em busca de paz, mesmo desconhecendo conscientemente as razões ocultas que estão por detrás de certas sensações, de forma natural evita lugares como cemitérios, centros comerciais, determinados cafés ou lojas e busca lugares como sejam a beira-mar, montanhas, a sombra de determinadas árvores, o interior de uma igreja, etc. Com isto se demonstra que há pessoas mais sensíveis do que outras à circulação da energia. Aquelas que são mais sensíveis são também mais afectadas positiva e negativamente pelos lugares, pessoas e objectos.
A sensibilidade é inata mas pode ser mais notória em certas pessoas. Quando as pessoas embarcam num caminho espiritual sério, necessariamente tornam-se mais sensíveis porque gradualmente se aproximam da unificação com o Uno, com o Todo. Certos rituais ou iniciações aceleram este processo e são pontos de viragem na evolução de cada pessoa. Um exemplo é o Reiki ou certos Sacramentos como o Crisma e a ordenação sacerdotal.
Também uma vida de oração ou uma uma alimentação vegetariana contribuem para o evoluir da nossa sensibilidade através da nossa purificação física, mental e consequentemente espiritual
A questão que se coloca é: como beneficiarmos ao máximo das energias positivas e como nos protegermos das energias negativas? Existem vários métodos para conseguí-lo como por exemplo a visualização mental (imaginando) um sólido muro á nossa volta. Além dos conselhos e métodos aqui descritos, pode enviar um email a expôr as suas duvidas e dificuldades.

Nenhum comentário: