terça-feira, 13 de maio de 2008

Trabalhar para viver ou viver para trabalhar?

Se o seu trabalho virou um pesadelo e está dominando a sua vida, você deve agir imediatamente para mudar a situação.
Não se deixe confundir pelos aplausos que possa receber por trabalhar muito.
Se você não começar a admitir o problema, sua saúde psíquica e sua saúde física pagarão por isso, e as suas relações pessoais também.
Leia atentamente estes tópicos para começar a mudar a sua rotina.




Passos

01-Seja sincero com você mesmo e se pergunte quem toma as decisões importantes na sua vida: o trabalho ou você?
Não se justifique dizendo que trabalhar muito conta pontos, ou que você estudou para isso.
Um comportamento é compulsivo quando você não consegue evitá-lo ou não consegue parar depois de começar. Não importa o grau de aprovação ou crítica social que isso gerar.

02-Aceite que a sua relação com o trabalho vai muito além da simples dedicação e se transformou em uma obsessão que você não pode controlar.
Se você reconhecer que precisa recuperar o controle sobre o seu comportamento, estará dando o primeiro passo para mudar o quadro.

03-Analise como é o seu comportamento nos vários aspectos da sua vida, não só no campo profissional. Observe como este modo de agir se estendeu por todas as áreas, tornando-se o eixo da sua existência.

04-Imagine como e quanto a sua vida melhorará se você modificar esse rumo. Persevere no seu propósito de superar esse comportamento e reforce todos os dias a imagem de até onde você quer chegar com as mudanças.
Esta imagem servirá como guia para levar você a uma vida saudável.

05-Observe se você tem outros comportamentos de tendência compulsiva, como desejar sempre agradar os outros, dizer inevitavelmente "sim" a tudo que lhe pedem, vibrar em excesso a cada conquista ou se recriminar demais cada vez que erra.
Procure ver como estes comportamentos reforçam a sua compulsão pelo trabalho, criando um círculo vicioso.

06-Planeje a sua semana de trabalho destinando a cada tarefa o tempo realmente necessário para realizá-la com eficiência.
Esforce-se para fazer tudo no prazo planejado.
Não invente desculpas nem se justifique para aumentar esse tempo.
Seja fiel ao compromisso que assumiu consigo mesmo.

07-Proponha-se um plano de mudança de comportamento gradual para superar sua compulsão pelo trabalho.
Faça todos os dias uma pequena ação não compulsiva. Você registrará na memória novas maneiras de fazer as coisas e criará novos hábitos que serão benéficos para a sua saúde.

08-Observe quais são as situações que desencadeiam a sua compulsão.
Tente descrever que emoção predomina nesse instante. A ansiedade é a mais freqüente.

09-Imagine novas respostas, racionais e eficientes, que reforcem a sua sensação de ter o próprio comportamento sob controle.


Importante
-Não conte com o sucesso imediato na sua mudança de atitude. Isso só reforçaria a compulsão.
-Fortaleça o seu propósito de fazer todos os dias alguma coisa para atingir a sua meta.
-Peça ajuda profissional sempre que sentir que você não pode enfrentar o problema sozinho.

(Fonte:National Geographic)

Nenhum comentário: