terça-feira, 22 de julho de 2008

O Quarto Princípio: Manawa – O Momento do Poder é Agora


Em algumas tradições orientais (assim como metafísicas ocidentais), as circunstâncias atuais são o efeito das decisões e ações de vidas passadas. Se foram boas, você terá boas experiências agora, mas, se foram más, sentirá agora dor, sofrimento e tristeza no mesmo grau que infligiu aos outros, em uma ou mais vidas passadas. Isto é chamado de carma, uma palavra do Sânscrito, geralmente traduzida como “causa e efeito” ou “recompensa e débito”, mas que na realidade significa “ação e reação”. As boas ações praticadas agora criam um “bom” carma e as más criam um “mau carma para suas próximas vidas… Uma tradição muito comum no ocidente diz que você é recompensado nesta vida, obedecendo regras sociais e religiosas específicas e será punido nesta vida por quebrar essas regras, não importando há quanto tempo atrás as tenha obedecido ou não, nem se alguém o tenha visto fazê-lo. Pessoas educadas nessa tradição poderão carregar vinte anos de culpa por não terem parado num semáforo fechado, no deserto do Arizona, às duas da madrugada, a cem milhas de distância da civilização mais próxima. Outra tradição ocidental mais moderna coloca na hereditariedade e no ambiente social de sua infância, o elogio ou a culpa por suas atitudes atuais, ações e circunstâncias. A implicação é que foi moldado por forças além do seu controlo e não pode ser responsabilizado pelo que seus genes, seus pais ou a sociedade lhe fizeram. A tradição xamânica, tanto do guerreiro quanto a do aventureiro, é fortemente contrária ás duas teorias mencionadas. Ela diz que o passado não lhe deu o que tem hoje, nem fez de você o que é hoje. São suas crenças, decisões e ações atuais sobre si mesmo e o mundo à sua volta, que lhe dão o que tem e o fazem como é. O carma existe e funciona somente no presente. Seu ambiente e circunstâncias neste momento são reflexões diretas de seu comportamento mental e físico neste instante. Graças à memória, nós carregamos hábitos do corpo e da mente, de um dia após o outro, mas cada dia é uma nova criação e qualquer hábito pode ser mudado a qualquer instante no presente – isto não quer dizer que seja fácil. Seus genes não determinam o que você é ou o que acontece no seu corpo. Ao invés disso, como um efeito de suas crenças, selecionam das imensas de seus grupos de genes, as características que melhor refletem suas crenças e intenções atuais. Da mesma forma, seus pais ou o ambiente social da infância nada têm a ver com suas circunstâncias presentes, mas aquilo em que acredita sobre eles agora, e como reage a essas crenças agora, certamente o afetarão. Da mesma forma que muda a si no presente – seus pensamentos e seu comportamento – você muda seu mundo.

(Fonte:Do livro - Urban Shaman de Serge Kahili King.)

Nenhum comentário: