sexta-feira, 6 de março de 2009

2ª Profecia Maia


2ª PROFECIA: Os Maias afirmam nessa profecia que o comportamento da humanidade mudaria radicalmente a partir do eclipse de 11 de agosto de 1999.
Esse eclipse foi sem precedentes. Marcou o alinhamento da terra com quase todos os astros do nosso sistema solar (oito planetas e o sol) e a cruz formada por eles apontava para os signos zodiacais de Leão, Escorpião, Aquário e Touro. (símbolos dos 4 evangelhistas na Bíblia)

Afirmam ainda que a partir dessa data o homem daria vazão a suas emoções, causando inúmeras guerras e conflitos ou optaria por caminhos pacíficos, de paz. Vivemos um período de eminente mudança.

"A noite fica mais escura antes de amanhecer". Os conflitos e loucuras coletivas serão mais acirrados, detonaremos processos de sofrimento e destruição, chegando por esse caminho à evolução. O aumento de energia proveniente do centro da galáxia traz mudanças para o sol, para a Terra e para o homem. O aumento de vibração do Universo rumo a um novo avanço canalizará nossas ações. Serão transformados os sistemas econômicos, as comunicações, os padrões sociais e a justiça. Mesmo no campo religioso haverá mudança. O ser humano irá se confrontar com seus medos para solucioná-los e caminhar para nova evolução que se apresenta.

A Humanidade concentrada no seu lado negro verá o mal que faz e o reconhecimento deste lado é o primeiro passo para o surgimento de uma consciência coletiva. Os sentimentos que nos unem e nos separam serão acirrados. Por isso os conflitos por motivos religiosos, nacionalistas, culturais, morais e similares serão deflagrados.

Simultaneamente mais pessoas encontrarão a paz, se unirão, marcharão para uma sociedade mais justa e humanitária, mais solidária. Surgirão homens ais iluminados com capacidade de ajudar àqueles que quiserem e aumentará também o número de farsantes que só visam o lucro.

Cada um será seu próprio juiz ao fim do KATUN na sala dos espelhos.

Seremos classificados de acordo com as qualidades que desenvolvemos, nosso comportamento para com os outros e para com o planeta.

Os que mantiverem a harmonia interna compreenderão que o que ocorre faz parte da evolução. Por outro lado os demais culparão os outros ou a Deus pelas mudanças que advirão. Serão geradas situações de dor, sofrimento e morte. Mas essas mesmas situações darão lugar a solidariedade e respeito ao semelhante. É a manifestação do "céu" e do "inferno" simultaneamente, e cada um viverá segundo sua escolha. Duas forças inseparáveis.

Aqueles que não compreenderem a evolução que se apresenta aprenderão pelo sofrimento. Todas as opções estarão disponíveis. As regras morais estarão bastante frouxas, para cada um se manifestar como é. A segunda profecia afirma que somente a conscientização da maioria da humanidade sobre a necessidade de evolução é que poderá afastar este período de dor que se apresentará. As profecias são um alerta para que consigamos nos conscientizar e evitar a dor que a concretização daquelas trará.

Fonte:
www.globoonliners.com.br

Nenhum comentário: