sábado, 30 de maio de 2009

O Poder curativo das Mudras

Os Mudras são usados como método de cura na arte curativa indiana, despertando e/ou harmonizando as Energias dos chakras. Tanto na Índia como na China, pés e mãos estão em estreita ligação com os principais órgãos do nosso corpo.
Ao tocar o mínimo, o elemento água é devolvido ao organismo. Boca seca, olhos vermelhos e secos, mau funcionamento dos rins são características da falta desse elemento no corpo. Essa mudra também estimula o paladar.
Quando o anelar toca o polegar, fortalecemos as unhas, os cabelos, os músculos, ossos, revigoramos a pele e desenvolvemos o olfato.
O contacto do dedo médio com o polegar estimula a audição.
A união entre o polegar e o indicador reaviva as energias vitais, o tacto, o sistema nervoso e o cérebro.
A prática regular dessa mudra permite curar insônias, falta de memória e depressão, aumenta a inteligência e revela novos horizontes espirituais.
O toque do polegar direito com o esquerdo aumenta o calor do corpo e o apetite.
A postura onde o polegar toca simultaneamente o mínimo e o anelar, activa a pele, a língua, o nariz e os pulmões, facilitando a absorção do prana (energia vital).
Já a mudra (onde anelar e médio são tocados ao mesmo tempo pelo polegar) garante a eliminação do prana reabsorvido: estimula os rins, limpa a bexiga, regulariza a menstruação e elimina em forma de suor o excesso de água do corpo.
Cada mudra pode ser praticada até 45 minutos numa postura de meditação ou mesmo deitado.

Nenhum comentário: