sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Arnold Schönberg

por: Natália Greggio

Arnold Franz Walter Schönberg, ou Schoenberg, foi um compositor austríaco de música erudita e criador do dodecafonismo, um dos mais revolucionários e influentes estilos de composição do século XX.
Arnold era fascinado pela numerologia. Este fascínio o perseguiu por toda sua vida, pois ele pensava que poderia saber o futuro através de complexos cálculos numéricos. E estes cálculos o levaram a uma certa obsessão “zagállica” pelo número 13.
Arnold tinha nascido em 13 de setembro de 1874 e por conta disso, era perseguido pela ideia constante de que o número 13 estaria diretamente ligado à sua morte.Como os números sete e seis somam 13, Arnold Schoenberg resolveu acreditar que ele iria morrer quando fizesse 76 anos de idade. Ao verificar o calendário, Arnold viu horrorizado que o dia 13 de julho cairia numa sexta-feira.
Quando aquele fatídico dia chegou, Arnold tentou ludibriar a morte, permanecendo deitado durante todo o dia, para desespero de sua mulher, que não aceitava aquelas “maluquices”. Arnold dizia para todos que estava decidido a passar o dia inteiro na cama, de modo a evitar eventuais acidentes. Poucos minutos antes da meia noite, sua esposa foi ao quarto para brincar com ele, pois nada de ruim havia acontecido. Ao chegar no quarto, ela encontrou Schoenberg deitado. Ele olhou para a esposa e pronunciou apenas “harmonia”, e então morreu.
A hora de sua morte foi 23:47, 13 minutos antes da meia-noite, numa sexta-feira 13, no seu septuagésimo sexto ano de vida.

Nenhum comentário: