segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Sorrindo...

Em tuas relações com as pessoas, quanto mais o teu espírito for fechado, maiores serão os riscos de experimentares o medo, uma sensação de desconforto. Ao contrário, se tiveres o espírito aberto, tu se sentirás mais à vontade. Tal é minha experiência. Quando encontro um alguém, seja alguém esse alguém um homem famoso, um mendigo, ou uma pessoa comum, não faço nenhuma diferença. A coisa mais importante é sorrir e exibir um rosto humano autêntico. As diferenças entre as religiões, as culturas, as línguas não são importantes. Instruído ou sem educação, rico ou pobre, isso dá no mesmo. Quando abro o meu coração e o meu espírito, simplesmente considero as pessoas como amigos. É muito útil. Em seguida, se a situação muda, tenho sempre a liberdade de adaptar meu comportamento às circunstâncias. Mas, no começo, devo criar um terreno proprício à troca. Então, não raro, há uma resposta positiva no nível humano. Essa é a razão por que o medo é a meu ver algo de que devemos nos livrar a todo o custo.

S.S. Dalai Lama em "Princípios de vida".

Nenhum comentário: