quarta-feira, 10 de março de 2010

Grão de areia


"Ver um mundo num grão de areia
E um céu numa flor silvestre,
Ter o Infinito na palma da sua mão
E a Eternidade numa hora."

William Blake - (1757-1827).

Nenhum comentário: