segunda-feira, 12 de abril de 2010

Confesso...

"Confesso que não sei, até hoje não sei por que de repente, sem alterar a voz, comecei a falar com tamanha fúria que não consegui segurar as palavras que vieram com a força de um vômito."
(Lygia Fagundes)

Nenhum comentário: